EMAIL US AT ajan@jesuits.africa
LIGUE AGORA (+254-20) 3884 528
DOE PARA NOSSAS CAUSAS

FELIZ Formação de Formadores no Colégio Jesuíta Ocer Campion

Na educação dos jovens, os professores e os pais desempenham um papel vital no desenvolvimento holístico da criança. Os pais são os primeiros mentores da criança e o professor é o segundo. Ambos têm uma imensa contribuição e responsabilidade na formação da personalidade de uma criança. À medida que a criança cresce e desenvolve o domínio de diferentes competências, o professor torna-se um verdadeiro guia para nutrir o seu interesse e aprender para torná-la mais independente.

Ms. Pascalia Sergon, one of the AJAN facilitators during the AHAPPY Training at Ocer Campion Jesuit College in Gulu, Uganda
Sra. Pascalia Sergon, uma das facilitadoras da AJAN durante a formação AHAPPY no Ocer Campion Jesuit College em Gulu, Uganda.

É pelas razões acima mencionadas que a Rede Jesuíta Africana contra a SIDA (AJAN), em colaboração com o Colégio Jesuíta Ocer Campion, localizado em Gulu, Uganda, organizou um Programa de Formação de Formadores (ToT) de cinco dias da AJAN para a Prevenção do VIH e da SIDA para Jovens (AHAPPY). ) para 65 participantes constituídos por docentes e não docentes, de 25 a 29 de agosto de 2023.

O Colégio Jesuíta Ocer Campion foi defendido pela Província Jesuíta da África Oriental em 2006 como uma iniciativa de recuperação pós-guerra civil para o Norte do Uganda. Segundo o atual Diretor da escola, Pe. Obwanda Meyo, SJ., “Ocer Campion partilha as características de uma educação jesuíta que ligam cada uma destas escolas a uma visão e objectivos comuns. Ocer Campion dedica-se a preparar rapazes e moças para uma vida de fé, amor, serviço e liderança através da tradição jesuíta de Ad Majorem Dei Gloriam; “para maior glória de Deus”.

One of the participants interacts with fellow participants during the AHAPPY Training at Ocer Campion Jesuit College in Gulu, Uganda.
Um dos participantes interage com outros participantes durante o Treinamento AHAPPY no Ocer Campion Faculdade Jesuíta em Gulu, Uganda.

A oferta de educação holística e o apoio ao desenvolvimento pessoal integral dos jovens é um dos pilares do Programa AHAPPY. Através da formação AHAPPY, a AJAN procura ajudar os professores a acompanhar e envolver os jovens na alimentação espiritual, nas principais questões que afectam os adolescentes e os jovens, a Saúde Sexual e Reprodutiva (SSR) e os elementos centrais que colocam os jovens em todas as suas diversidades, no centro de tudo isto é a resposta ao VIH e à SIDA.

A abordagem da educação holística enfatiza o desenvolvimento da pessoa como um todo, intelectual, emocional, física e espiritualmente. Esta abordagem vê as crianças como indivíduos com necessidades e talentos únicos e reconhece que as crianças aprendem melhor quando as suas necessidades individuais são satisfeitas. A formação de cinco dias ajudou os professores a encontrar soluções que lhes permitirão abordar questões e desafios que contribuem para o comportamento irresponsável e os valores negativos adquiridos pelos alunos. Isso inclui; a relação sexual menino-menina entre os alunos da escola; o bem-estar psicossocial dos jovens; e discussão sobre saúde sexual e reprodutiva, estigmatização e discriminação relacionadas com o VIH e a SIDA, tratamento e saúde que estão ligados a desafios nas escolas e na comunidade em geral.

Mr. Johnfisher Ondigo, one of the facilitators during the AHAPPY Training at Ocer Campion Jesuit College in Gulu, Uganda.
Sr. Johnfisher Ondigo, um dos facilitadores durante o treinamento AHAPPY no Ocer Campion Jessuit College em Gulu, Uganda.
Dr. Julia Ngalula, one of the facilitators during the AHAPPY Training at Ocer Campion Jesuit College in Gulu, Uganda.
Dra. Julia Ngalula, uma das facilitadoras durante o Treinamento AHAPPY no Ocer Campion Faculdade Jesuíta em Gulu, Uganda.

Através do workshop, os facilitadores puderam interagir com os professores, nomeadamente sobre temas de salvaguarda do bem-estar dos jovens. Ao criar este canal aberto de comunicação onde os professores partilham as suas experiências sobre como lidam com os problemas dos jovens na escola, tornam-se úteis na protecção e salvaguarda da educação dos jovens na escola e na comunidade que os rodeia.

Sr. John Mary Kirangwa durante uma das sessões de treinamento AHAPPY
Sr. John Mary Kirangwa durante uma das sessões de treinamento AHAPPY

Segundo John Mary Kirangwa, diretor adjunto responsável pelos assuntos académicos, “a formação de cinco dias foi enriquecedora para mim e para todos os participantes que estiveram presentes, sinto que os professores adquiriram mais conhecimentos e competências na forma como irão estar lidando com o problema dos alunos daqui para frente. O tópico que realmente despertou muito interesse e discussão foi como os professores podem ir além de apenas olhar para o problema que os alunos enfrentam desde a ponta, mas ir até a base para encontrar a causa de um problema, por que um aluno pode estar se comportando de uma determinada maneira. caminho. Além dos alunos, também precisamos que os professores examinem a si mesmos, a pessoa como um todo e não apenas o nosso comportamento. A outra parte fundamental da formação foi a abordagem que precisamos ter quando se trata de falar sobre sexualidade com os adolescentes, explicando e interagindo com eles como funciona o corpo humano, permitindo-lhes saber, além da menina engravidar, se eles não praticam a abstinência, podem contrair Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) ou até mesmo o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). Seguindo em frente, veremos como o Programa AHAPPY deixa de ser apenas um clube para alunos selecionados e passa a ser um programa para toda a escola, incorporando-o no plano estratégico do Colégio Jesuíta Ocer Campion.

Pe. Kimatu Boniface SJ., entregando o certificado AHAPPY à Sra. Apio Flavia, professora sênior do Ocer Campion Jesuit College
Pe. Kimatu Boniface SJ., entregando o certificado AHAPPY à Sra. Apio Flavia, professora sênior do Ocer Campion Jesuit College.

Dona Apio Flavia, diz: “Como professora sênior, tenho alunos com quem viajo como mãe, dando apoio psicológico aos alunos, tendo frequentado o treinamento de 5 dias pude saber o que é o programa AHAPPY sobre, particularmente quando se trata de ajudar os estudantes a superar o estigma associado a doenças como o VIH, criando um ambiente favorável ao falar sobre questões relacionadas com a sexualidade, sendo capaz de ser aberto com eles, isto cria confiança que permite aos estudantes falar livremente. Sobre o tema do VIH e da SIDA, que raramente é falado na escola, adquiri conhecimentos que irei partilhar com os jovens e lembrá-los que a doença ainda existe e que eles têm o dever de se protegerem através da prática da Abstinência até essa altura. eles são casados, mas mesmo depois disso ainda precisam ser fiéis aos seus parceiros. Portanto, estou olhando para o programa que está sendo implementado na escola.”

Pe. Meyo Obwanda SJ., recebe manuais AHAPPY da Sra. Pascalia Sergon, Oficial de Capacitação da AJAN no final da formação.

Falando no último dia de formação, o Diretor da escola, Pe. Obwanda Meyo, SJ., disse: “A formação AHAPPY no Colégio Jesuíta Ocer Campion foi um sucesso, agradeço aos facilitadores da formação (Sra. Pascalia Sergon, Sr. Johnfisher Ondigo, Dra. Julia Ngalula e Sr. Dennis Owuoche) , agora estou feliz que o que vamos compartilhar com os alunos é o que realmente é o programa AHAPPY, e com a família substituta que criamos aqui na escola onde cada professor acompanha um grupo de alunos, acredito que aqueles que são treinados será capaz de realizar um trabalho melhor no que diz respeito a moldar a mudança de comportamento, a formação do caráter e o desenvolvimento holístico dos jovens aqui na escola. Minha esperança é que a semente plantada aqui tenha caído em um solo rico, que somos nós, e que vai produzir cem vezes mais.”

Celebração da Missa Eucarística de comissionamento dos 65 participantes que frequentaram a formação AHAPPY no Ocer Campion Jesuit College, Gulu, Uganda

No último dia de formação os 65 participantes foram comissionados e receberam certificados e folhetos AHAPPY. Os funcionários treinados serão pessoas capacitadas para garantir que tenhamos uma geração jovem informada de pessoas bem treinadas sobre suas vidas espirituais e saúde reprodutiva, onde tenham conhecimento sobre a transmissão e prevenção do HIV, e também sejam intelectualmente capacitados para desenvolver uma compreensão mais profunda do suas próprias necessidades e interesses únicos. Se os professores permitirem que as crianças explorem seus pontos fortes e fracos, elas poderão se transformar em indivíduos completos.

Os facilitadores da AJAN no estúdio da Rádio Pacis, juntamente com o pessoal do Colégio Jesuíta Ocer Campion, Senhora Monica Lanyero, Pe. Kimatu Monifácio SJ. e o apresentador do programa Radio Pacis AHAPPY, Sr.

Os facilitadores também visitaram a Rádio Pacis, uma rádio comunitária em Gulu, Uganda, África Oriental. Fundado pela Diocese Católica de Arua. A estação de rádio, em colaboração com o colégio jesuíta Ocer Campion, costuma transmitir o programa AHAPPY aos domingos às 14h EAT. Durante esta sessão são convidados alunos do clube AHAPPY do Colégio Jesuíta Ocer Campion onde discutem temas sobre Espiritualidade, Saúde e VIH e SIDA.

De,

Dennis Owuoche,

Oficial de Comunicações da AJAN.

Pe. Matambura Ismael, SJ

VIEW ALL POSTS

INSCRIÇÃO NA NEWSLETTER

Inscreva-se agora para receber atualizações por e-mail sobre os acontecimentos atuais na AJAN África.

pt_PTPortuguês