No sábado, dia 13 de julho de 2019, os estudantes de Gulu deram mostras da sua intensa motivação para o combate ao flagelo da SIDA no Uganda por meio de empolgantes apresentações musicais, composições originais, poemas, debates animados, discussões abertas e deliberações quanto aos principais temas e preocupações emergentes no que diz respeito ao HIV e à SIDA.
O que ficou dito é congruente com a aplicação de princípios de aprendizagem em atividades motivadoras que o Programa AHAPPY utiliza no âmbito da batalha dirigida pela AJAN contra o HIV e a SIDA em África. Pretende-se sempre incrementar a transferência de conhecimento e aplicação prática do que se aprende. O simpósio foi organizado pelo Sr. Robert Toolit, professor na escola jesuíta Ocer Campion, e que é também um experiente formador do AHAPPY.
O principal objetivo era o de sensibilizar para o risco do HIV e da SIDA, proporcionar aos jovens vias de participação nos esforços de combate à doença, estimular a partilha de boas práticas entre os clubes juvenis, a disseminação da informação acerca da sexualidade e da saúde reprodutiva, encorajar a liderança e dirigir eficazmente a atenção dos jovens para os direitos humanos e a igualdade de género no que ao HIV e à SIDA diz respeito.
A conferência contou com a participação de 319 estudantes com a seguinte proveniência: da própria escola jesuíta Ocer Campion, do Colégio de S. José de Layibi, da Escola Secundária do Sagrado Coração, do Colégio de Sta. Maria de Lacor, da Escola Secundária Superior Esperança, da Escola Secundária de Gulu, da Escola Sir Samuel Baker, da Escola Secundária Central de Gulu, da Academia Escolar Restore, da Escola Secundária P. P. Newton, da Escola S. João Paulo II de Laliya e do Colégio de Gulu. Embora os organizadores tivessem convidado 20 escolas, foram 14 a responder ao convite, o que acabou por ser um sucesso, tendo a escola anfitriã trazido 39 estudantes.
32 patrocinadores de diversas escolas e as figuras de influência na comunidade do Youth Alive Uganda (YAU) [Juventude Viva Uganda] honraram o seminário com a sua presença. Para além desses, estiveram também presentes o Sr. Okello Oweka – Organização de Apoio para a SIDA (TASO) Uganda, da região de Gulu, e a Sra. Patricia Akello, que já pertenceu à YAU.
Foi patente a originalidade das apresentações, como foi o caso da canção educativa composta pela Escola Secundária do Sagrado Coração, ou dos poemas recitados pela Ocer Campion e pela Escola Secundária P. P. Newton. Uma animada sessão de debate colocou frente a frente o Colégio de Sta. Maria de Lacor e o Colégio de S. José de Layibi a propósito do tema “Sexualidade e educação sexual é o caminho a seguir para uma geração livre da SIDA”, o que permitiu que os estudantes exprimissem as suas opiniões quanto à prevenção do HIV e da SIDA. Por meio de reflexões abertas, foram identificadas questões e preocupações importantes emergentes para além dos desafios colocados pela doença no Uganda. Realizaram-se ainda duas sessões abertas: “a ausência de valores pessoais resultará em novas ocorrências do HIV e da SIDA” e “ARV um desafio para a prevenção do HIV e da SIDA no momento atual”.

Leave a Reply

error: communication@ajan.africa for content

Notice: Undefined index: prnt_scr_msg in G:\PleskVhosts\ajan.africa\httpdocs\wp-content\plugins\wp-content-copy-protector\preventer-index.php on line 171