Os formadores da AJAN retornaram a Mukuru nos dias 5 e 6 de dezembro de 2019, entusiasmados e munidos de conhecimentos a serem partilhados com um grupo de jovens de St. Catherine South B, a maioria deles estudantes do ensino secundário de várias escolas de todo o Quénia.

Os formadores ajudaram os jovens a descobrir e apreciar a fase em que estão na vida, que é a adolescência e a juventude. Compartilharam acerca das mudanças que ocorrem e que provocam desafios, incluindo a incapacidade de se abster de sexo; acerca desta dificuldade, houve uma troca de ideias com a ajuda dos formadores acerca de como eles podem ser capazes de a superar.

Uma conversa interessante emergiu do subtópico da autoconsciência e da autoaceitação. Ficou claro para os participantes como a falta de autoconsciência os poderia expor à pressão negativa dos colegas, o que leva a uma má tomada de decisões. A necessidade de estabelecer objetivos pessoais e de os buscar ativamente surgiu como pertinente para uma vida de sucesso. Isso foi depois examinado em sessões de grupo, em que as metas foram identificadas e partilhadas por meio de apresentações em plenário.

O tema central do AHAPPY, o conhecimento sobre o HIV e a SIDA, foi examinado a partir do nível da consciencialização, prevenção, fatores, riscos e o impacto da doença na vida das pessoas e no âmbito global. Este mundo em que eu vivo é um tópico relacionado com a visão e a missão do programa AHAPPY. Está demonstrado com clareza que os jovens correm o risco de contrair HIV/SIDA devido à menor ênfase na consciencialização sobre o assunto, mesmo em casa. No final da sessão, os participantes tiveram a oportunidade de assistir a um vídeo, pérola preciosa, que destaca os desafios que os jovens devem superar e que colocam em risco as suas vidas. Foram então solicitados e habilitados a rever o que tinham aprendido e a relacioná-lo com o que tinham assistido. Mais tarde, foi-lhes pedido que elaborassem um lema/compromisso individual de vida que os guiará durante a adolescência até à idade adulta.

A cura interior foi a última sessão do seminário, e que passa por um exame da própria consciência e o perdão de si mesmos. Foram lidos versículos das Escrituras para relacionar a nossa origem como seres humanos desde o Génesis e, depois, como Deus fez o homem, através do Salmo 139. Seguiu-se uma reflexão acerca de como os humanos “causam feridas” nos seus próprios corações, com ênfase no perdão de si mesmos e dos outros. Isso foi complementado com um ritual de queima de papéis em que os jovens haviam anotado as suas “feridas” como sinal de arrependimento e do perdão de Cristo. Quando as últimas orações foram feitas para encerrar a reunião, ficou evidente que, além de aumentarem os seus arquivos de conhecimento, os estudantes também tinham experimentado um processo de cura, assinalando um marco significativo nas suas vidas.

Leave a Reply

error: communication@ajan.africa for content

Notice: Undefined index: prnt_scr_msg in G:\PleskVhosts\ajan.africa\httpdocs\wp-content\plugins\wp-content-copy-protector\preventer-index.php on line 171